sexta-feira, 4 de abril de 2008

Serviço de transporte de doentes programados


O serviço de transporte de doentes programados ou serviço de consultas, é a maior fonte de receita dos corpos de Bombeiros voluntários, serviços que destinam-se transportar doentes portadores de deficiências físicas a tratamentos, exames e a consultas.

Esse serviço devia estar separado do serviço de socorro e de emergência, devia ficar fora da área operacional de um corpo de Bombeiros, porque na anciã de obter mais receitas, muitos corpos de Bombeiros utilizam viaturas e tripulações afectas aos serviços de emergência e socorro para efectuar esse tipo de serviço, pondo em causa o socorro as populações.
Por de traz disso tudo existe um precário Serviço Nacional de Saúde, que passam requisições de transporte a pessoas sem qualquer critério, onde doentes sem qualquer doença física que podiam facialmente ir de transportes públicos ou privado, vão de ambulância ou de veículo de transporte de doentes preparados para pessoas com deficiências físicas, ocupando os meios indevidamente, onde na falta de recursos para dar resposta ao volume de serviços, muitos corpos de Bombeiros utilizam os fracos recursos destinados unicamente ao serviço de socorro, com agravante desse serviço ser pago pelo SNS o mesmo valor que um serviço de emergência

1 comentário:

Fenrisar disse...

SECURITY CENTER: See Please Here