sábado, 19 de julho de 2008

Militar da BT/GNR manda prender Bombeiro

Um militar da BT/GNR de Aveiro deu voz de prisão a um chefe dos Bombeiros que se recusou a retirar as viaturas de socorro enquanto era prestado auxilio a quatro feridos, três deles graves, num acidente de viação, ontem de manhã, em Mamodeiro , Aveiro. Perante os protestos dos populares, o agente recuou.
O acidente ocorreu às 09h10 e o militar pretendia desimpedir a via rapidamente. O bombeiro disse que era ele quem comandava as operações e recusou a retirar as viaturas, até porque as vitimas ainda estavam a ser imobilizadas. Seguiu-se uma troca de palavras, com o militar a dar voz de prisão ao bombeiro.
Os comandantes da BT e dos Bombeiros Velhos de Aveiro desvalorizaram o incidente.

Fonte, Correio da Manhã

Somente tenho de louvar a atitude do chefia dos Bombeiros de Velhos de Aveiro, que fez o que lhe competia legalmente, ser comandante das operações e socorro COS, onde a responsabilidade do socorro e da segurança no local é da sua competência, e mais de ninguém.

Esse tipo de atitude por parte de alguns agentes de autoridade não é recente como é reincidente em alguns casos, que somente mostra a falta conhecimento e de formação dos agentes em certas áreas, que muitas das vezes põem em causa o socorro dos cidadãos e a segurança nos locais dos incidentes.
Somente tenho pena que essa situação não tenha chegado aos tribunais portugueses, porque quem tem a razão do seu lado nada tem que temer. A situação foi resolvida com diplomacias entre entidades, mas o agente da BT/GNR devia ter levado um processo disciplinar no mínimo pela sua incompetência.

4 comentários:

Diogo rodrigues disse...

é sim senhor de louvar essa atitude k o chefe desse corpo de bombeiros teve. gostei da atitude e k continuem assim pk s nao klkr dia a gnr manda tb nos bombeiros

Anónimo disse...

É sempre a mesma merda, o bombeiral quando chega a qualquer acidente tem a mania de pararem os carros em qualquer lado e as pessoas que estão à espera de irem para casa o trabalho que esperem...
É claro que o guarda está sempre mal porque os burros do bombeiros quando param de qualquer maneira e feitio, não gastavam o mesmo tempo a parar as suas viaturas de um lado para o trânsitocircular minimamente....
Enfim são os bombeiros que temos....

Anónimo disse...

Por acaso é o chefe dos bombeiros que vai participar o acidente? Se falta alguma coisa aos intervenientes para quem vai a responsabilidade? Se há outro acidente de seguida no local para quem é a responsabilidade? Ganhem juízo, pois só sabem é criticar quem trabalha 24 horas por dia, noite e dia, frio ou calor. A GNR já tem bombeiros.

Anónimo disse...

Infelizmente acontesse sempre isso os bommbeiros não têm responsabilidade nenhuma e por vezes no lugar de ajudar a resolver o acidente ainda arranjam outro. Mas que fique bem claro que quem é o responsável pela segurança na Estrada é o militar da Brigada de Trânsito ou da Guarda Nacional Republicana que esteja no local e não o bombeiro.