quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Chefes, mas pouco.


No despacho n.º 9915/2008 de 4 de Abril de 2008 puseram os elementos do quadro activo, inclusive os chefias, de funções de chefias intermédias, retirando a totalidade das suas funções adquiridas legalmente para os oficiais de bombeiros, e na recente portaria nº 845/2008 de 12 Agosto de 2008 reformula o fardamento dos Bombeiros, os elementos de chefias da carreira de Bombeiro, em vez de usarem galões, passaram a usar divisas, o Chefe uma divisa direita, em fita de cor dourada com 0,7 cm de largura e o chefe duas divisas direitas em fita de cor dourada, sendo a primeira de 0,7 cm de largura e a segunda de 0,5.

Galões somente passaram a ser usados pelos elementos de comando e oficiais de Bombeiros, assim ditou a ANPC e o concelho de Nacional de Bombeiros.

A mesma portaria mantém a proibição dos Bombeiros Portugueses usarem os símbolos nacionais, somente poderá ser usada por elementos que tenham integrado missões internacionais.

Nas recentes portaria e despachos podia-se se ter corrigido os erros do passado, mas em vez disso cometem-se os mesmos e criam-se outros mais complexos, será que as chefias dos nossos corpos de Bombeiros iram consentir esses atentados aos seus postos hierárquicos?

Fénix
http://voo-da-fenix.blogspot.com/

11 comentários:

Anónimo disse...

Isto anda mesmo bonito.

penso logo existo disse...

O meu conselho é que leia melhor a portaria que consagra o Plano de Uniformes, Insígnias e Identificações dos Bombeiros... antes de dizer asneiras.

Problemas da liberdade expressão... desinformação!!

Fénix disse...

Desculpa, deves ler o despacho n.º 9915/2008 de 4 de Abril de 2008, que altera a portaria que altera o plano de uniformes, insígnias e identificação dos bombeiros, antes de vires dizer palermices.

penso logo existo disse...

Sim sim, eu até li... Mas não encontro nenhuma alteração relativamente aos chefes, comparando com as actuais insígnias...

Fénix disse...

No artigo 69ª,nº3, nas alinhas e) e f) lesse:

3 — Os elementos da carreira de bombeiro usam divisas,
nas seguintes configurações por categorias, conforme
figura n.º 4.11:


e) Subchefe — 1 divisa, direita, em fita de cor dourada,
de 0,7 cm de largura;
f) Chefe — 2 divisas, direitas e paralelas, em fita de
cor dourada, sendo a primeira de 0,7 cm de largura e a
segunda de 0,5 cm.

A única alteração é que os chefes e subchefes legalmente deixaram de usar galões e passaram a usar divisas, como se lê no artigo anterior, onde antes dizia galões passou a ser divisa, mas visualmente manteve-se tudo na mesma.

Espero que tenha sido esclarecedor

Obrigado.

penso logo existo disse...

Ah bom, então tenho razão... Fica tudo na mesma! Qual é o stress??? Onde está o ataque?

Fénix disse...

Fica tudo na mesma?
És Bombeiros?
Pelos vistos não

penso logo existo disse...

Sim, sou bombeiro...

E tu, és chefe???? Alguma frustração nessa vida?

É que não percebo onde está o ataque... Eu chamo-lhe evolução!

Fénix disse...

Não sou chefe, e estou muito bem na vida obrigada.
Talvez fiques mais confiante em seres chefiado ou comandando por pessoas sem qualquer formação de base como bombeiro, para si basta ter um ter um canudo é logo um sobredotado nos sete ofícios, principalmente na área do socorro.
Tudo bem, tento compreender, como deves informar um chefe do seu corpos de bombeiros, que quando ele puxar pelo seus galões e obrigar a cumprir as suas ordens, deves informar que com a nova legislação eles deixaram de ter galões e passaram a ter divisa.
Obrigado

penso logo existo disse...

lol

Ora, sou sem dúvida a favor da evolução.

Obviamente que um recém-licenciado, não será per si sobredotado, mas terá capacidade para adquirir conhecimentos técnicos superiores em princípio superiores a alguém com a 4ª classe. Discordas?

Ora a evolução nos bombeiros passa pela modernização, por adquirir novos conhecimentos...

Se não pensarem só em "quem manda em quem", verão que os oficiais-bombeiros poderão (com as devidas ressalvas) ser uma mais valia para os bombeiros.

Vamos manter-nos open minded...

Fénix disse...

Eu não sou contra a evolução, e a questão da 4 classe muitas das vezes mencionada não é nenhum factor de comparação para justificar a falta de capacidade dos chefias e graduados.
Os oficiais de Bombeiros como sabes não terão qualquer ressalva, basta ver o conteúdo programático da sua formação.
O tempo ditará o futuro