domingo, 8 de maio de 2011

Programa eleitoral do PSD revoluciona o socorro em Portugal.

Na Protecção Civil e Emergência

- Incorporar a Autoridade Nacional de Protecção Civil, Comissão do Planeamento Civil de Emergência e Instituto Nacional de Emergência Médica, corporizando o Sistema de Protecção civil;

- Aproveitar a possibilidade de utilização de serviços de apoio comum com o Sistema de Defesa Militar;

- Garantir a identidade dos bombeiros e a sua função estratégica na estrutura nacional de protecção civil, degradada com o actual modelo de coordenação, nomeadamente, na construção do dispositivo operacional local, na construção da intervenção formativa, sem esquecer a criação de um plano de equipamentos para bombeiros; Os bombeiros são, por excelência, o grande agente da protecção civil. Assim, à imagem de outras forças de protecção civil, o respeito pela sua autonomia é imprescindível, tendo em vista a eficiência na gestão dos recursos e a eficácia do socorro;

- Proporcionar, dentro das limitações orçamentais existentes, aos serviços de Bombeiros Voluntários, as condições técnicas, financeiras e de recursos humanos necessários ao cabal desempenho das suas actividades, nomeadamente nas áreas do transporte de doentes.

Fénix

1 comentário:

FIRESHELTER52 disse...

Boas Fénix, vou copiar e blogar este tema.
está mt interessante.
Abraços
FIRESHELTEr52